Binti

Binti fala das vivências da sua infância, dos conflitos que os seus pais tinham e que lhe deixaram marcas que trouxe para vida adulta. Binti convida todos a olharem para essas marcas, procurarem curar as suas feridas para que não sejam reféns dessas feridas. Binti convida todos a olharem para seus filhos e perceberem em que medida são vítimas dos conflitos entre pais e mães separados

27 Março – dia di mudjer kabuverdiana

Destaque

No dia em que se celebra o dia da mulher cabo-verdiana, 27 de Março, a Kriolita realizou a sua primeira Roda de Conversa que abordou o tema das crenças limitadoras. Antes de falarmos do nosso encontro e do tema em si, permitam-me enquadrar-me neste projeto chamado Kriolita. Nos meus 35 anos de experiência como mulher, … Continue lendo 27 Março – dia di mudjer kabuverdiana

(Des)construção da mulher!

Destaque

No dia 8 de Março desafiamos as Kriolitas que nos acompanham a revelar uma coisa que tenham feito por acharem que era o correto, seguindo a construção ideológica da mulher. Compilamos as vossas contribuições e deixamos também a nossa reflexão.

Amor ka ta due

Nu bem papia di amor? Tem munti forma di amor... Amor di mãe...um amor paciente, ki ta kura...ta eduka, ta nutri e ta da azas ba vua. Amor pa bu kunpanheru...ou kunpanhera...um amor ku dezeju mas tambe amizade. Amor ki ta konsilia, ki ta sunha djunto Tem amor pa otus mudjer, kel ki ta txomadu … Continue lendo Amor ka ta due