D’Eva-neios

Passava da meia-noite quando calçou os tacões e colocou a música no gira discos. Gostava de ouvir música em casa sozinha e com as luzes apagadas quando sentia-se angustiada com algo. Despia-se tomava um banho e abria uma garrafa de vinho para acompanhar. A escolha da música dependia da emoção que precisasse tirar fora. Naquele … Continue lendo D’Eva-neios

Mantra da Semana…Coragem

Destaque

Durante muito tempo a coragem parecia-me algo inacessível, reservada apenas aos destemidos e aventureiros. Cria que para ter coragem não podia ter medo e como eu sempre vivi a partir duma perspetiva onde a vida deve ser encarada com cautela, algo arriscado e que devia ser vivido com cautela, caso pretendesse viver até aos 100. Como se fosse possível sabermos de antemão quantos anos iremos viver dependendo dos cuidados que tivermos.

Binti

Binti fala das vivências da sua infância, dos conflitos que os seus pais tinham e que lhe deixaram marcas que trouxe para vida adulta. Binti convida todos a olharem para essas marcas, procurarem curar as suas feridas para que não sejam reféns dessas feridas. Binti convida todos a olharem para seus filhos e perceberem em que medida são vítimas dos conflitos entre pais e mães separados

Lugar di mudjer e…? Por Kakau Miranda

Destaque

Lugar di mudjer eh centro, centro di qq lugar ki n kizer sta, pm sem mudjer katen criança, katen homi, katen nada!

Lugar di mudjer e…? Por Manuelisa Cardoso

Destaque

Aonde ela se sentir bem. Aonde ela estiver cumprindo o seu propósito, a sua essência, aonde ela estiver transbordando a sua verdade.

À Conversa com … Joana Almada, contabilista, atleta paralímpica, bailarina e mãe

Destaque

É atleta paralímpica e bailarina do grupo Mon na Roda. Trabalha na banca há cerca de 8 anos, é mãe de um adolescente de 17 anos e sempre procurou ser um exemplo a seguir para o filho. Vamos conhecer a história de Joana?

À Conversa com…Malika Tolentino Rodrigues, mestre em Ciências Farmacêuticas e Wellness Coach

Destaque

É através de uma jornada de Alma Wellness Coaching que esta cabo-verdiana, que reside na cidade do Porto, em Portugal, tem apoiado outras pessoas, principalmente cabo-verdianos, na sua busca pelo bem-estar, quer a nível de saúde, da alimentação, do auto-conhecimento, etc. Vamos conhecer a Malika?

Um Vinho e um Amor…próprio por favor!

Destaque

“dja tem txeu tempu ki mudjer ta nasi ku se distinu trasadu pa se familia, pa sosieadi…ningen ta pergunta-l kuze ke kre kuze ke mesti, ka interesa. Mudjer ta prendi finji pe podi ser “aceite”, pe atxa kel maridu, pe tem kel vida de sonho. E ta prendi me tem ki aseita traison, auzensia, indiferensa, pankada…Um mudjer oras ki ta liberta, e um energia potenti. Libertason podi lebau un vida, mas enkuantu tiver ar po respira e bu korason bati, sabi ma inda tem tempu di bu ser donu bu distinu”

Amor ka ta due

Nu bem papia di amor? Tem munti forma di amor... Amor di mãe...um amor paciente, ki ta kura...ta eduka, ta nutri e ta da azas ba vua. Amor pa bu kunpanheru...ou kunpanhera...um amor ku dezeju mas tambe amizade. Amor ki ta konsilia, ki ta sunha djunto Tem amor pa otus mudjer, kel ki ta txomadu … Continue lendo Amor ka ta due

À Conversa com … Karen Pacheco, “computeira” de formação e criadora de conteúdo digital sobre empoderamento feminino

Desde 2020 que esta "computeira" de formação, como ela mesma se intitula, decidiu produzir igualmente conteúdo digital sobre empoderamento feminino, direcionado principalmente para mulheres cabo-verdianas.