Binti

Binti fala das vivências da sua infância, dos conflitos que os seus pais tinham e que lhe deixaram marcas que trouxe para vida adulta. Binti convida todos a olharem para essas marcas, procurarem curar as suas feridas para que não sejam reféns dessas feridas. Binti convida todos a olharem para seus filhos e perceberem em que medida são vítimas dos conflitos entre pais e mães separados

27 Março – dia di mudjer kabuverdiana

Destaque

No dia em que se celebra o dia da mulher cabo-verdiana, 27 de Março, a Kriolita realizou a sua primeira Roda de Conversa que abordou o tema das crenças limitadoras. Antes de falarmos do nosso encontro e do tema em si, permitam-me enquadrar-me neste projeto chamado Kriolita. Nos meus 35 anos de experiência como mulher, … Continue lendo 27 Março – dia di mudjer kabuverdiana

Um Vinho e um Amor…próprio por favor!

Destaque

“dja tem txeu tempu ki mudjer ta nasi ku se distinu trasadu pa se familia, pa sosieadi…ningen ta pergunta-l kuze ke kre kuze ke mesti, ka interesa. Mudjer ta prendi finji pe podi ser “aceite”, pe atxa kel maridu, pe tem kel vida de sonho. E ta prendi me tem ki aseita traison, auzensia, indiferensa, pankada…Um mudjer oras ki ta liberta, e um energia potenti. Libertason podi lebau un vida, mas enkuantu tiver ar po respira e bu korason bati, sabi ma inda tem tempu di bu ser donu bu distinu”